Cabelos com Caspa: Como Cuidar e Tratar

Às vezes, são as menores coisas que afetam a saúde e a beleza dos cabelos. E, algumas minúsculas partículas brancas podem incomodar muito mulheres e homens – a caspa! Apesar deste problema não possuir uma solução definitiva, existem cuidados e produtos que ajudam a amenizar a situação.

A caspa é considerada uma variedade comum e leve da dermatite seborreica, uma doença da pele que gera inflamação crônica em regiões do corpo com grande quantidade de glândulas sebáceas. O quadro está relacionado com a renovação das células do couro cabeludo, um processo natural em todas as pessoas e em todos os tipos de cabelos. No entanto, para quem sofre com a caspa, ocorre um desequilíbrio na descamação e o processo é acelerado, gerando os temidos pontinhos brancos, coceira e, em alguns casos, vermelhidão.

As causas do problema ainda não são totalmente comprovadas, mas já se sabe que alguns fatores contribuem para o seu surgimento e intensificação, como estresse, pré-disposição do organismo, excesso de resíduos na raiz, grande espaçamento entre lavagens, banhos quentes, efeitos climáticos,alterações hormonais e alimentação.

Existem dois tipos diferentes da doença: a caspa seca e a caspa oleosa. A primeira apresenta o sinal mais conhecido,uma distribuição de escamas brancas pela raiz e pelo comprimento dos cabelos, como se flocos se soltassem da cabeça. Já na caspa oleosa, os sintomas ficam mais concentrados no couro cabeludo e na raiz, então a descamação não é tão visível, mas os fios ganham um aspecto sujo e pesado.

A principal recomendação para mulheres e homens com caspa é consultar um médico dermatologista, que irá detectar a profundidade do problema e o melhor tratamento para cada caso. Paralelamente ao acompanhamento profissional, podem ser utilizados produtos específicos anticaspa, que amenizam os sintomas.

Atualmente, há um consenso de que o melhor é escolher uma linha que garanta simultaneamente limpeza e hidratação, para que as madeixas não fiquem muito ressecadas. O shampoo T-One Anticaspa pode ser utilizado para os cuidados diários de todos os tipos de cabelos que apresentam descamação crônica. A associação do Octopirox com os extratos vegetais de jaborandi, alecrim e arnica atenuam a ação dos agentes causadores da caspa.  Além disso, a combinação da queratina com a Vitamina F confere condicionamento, hidratação e brilho aos fios. É um shampoo que limpa profundamente, confere brilho e fortalecimento.

Para a lavagem ideal dos cabelos, é preciso colocar atenção especial na limpeza da raiz e do couro cabeludo. Uma técnica simples é separar o cabelo em mechas e aplicar um pouco do shampoo diretamente nessas duas regiões e, em seguida, massageá-las suavemente em movimentos circulares. Além disso, uma das dicas mais importantes para manter a saúde das mechas é realizar a lavagem com água morna ou fria, mas isso é ainda mais importante para quem tem caspa. A água em alta temperatura agride o couro cabeludo e, consequentemente, estimula a produção de oleosidade nas glândulas sebáceas. Portanto, o ideal é fugir dos banhos quentes ou, pelo menos, enxaguar os fios em temperaturas mais amenas.

Como sabemos que existem muitos mitos sobre a caspa e o seu tratamento, separamos as dúvidas mais comuns para esclarecer alguns pontos. Confira abaixo!

A CASPA AUMENTA NO INVERNO?

Sim, a caspa pode aumentar no inverno, pois a pele e o couro cabeludo desidratam mais facilmente nessa estação. Em resposta, as glândulas sebáceas do organismo intensificam o seu trabalho para compensar este ressecamento e produzem mais óleo, formando mais sebo no cabelo e estimulando a formação das escamas brancas. Para conter o problema nessa época do ano, é válido continuar utilizando produtos anticaspa para os cuidados diários. Além disso, é necessário prevenir a oleosidade nas mechas, realizando lavagens diárias ou alternadas, sempre higienizando bem o couro cabeludo e a raiz.

POSSO LAVAR O CABELO TODOS OS DIAS?

Essa é uma das principais dúvidas de quem possui caspa, pois muitos acreditam que a lavagem diária pode intensificar a descamação do couro cabeludo. Na verdade, o importante é manter essa área e a raiz sempre higienizadas e livres de resíduos, para que a produção de oleosidade natural esteja sempre controlada.

Inclusive, aumentar o espaçamento entre as lavagens é que pode estimular a formação da caspa, pois os cabelos apresentarão acúmulo de sujeira e oleosidade. Portanto, analise o seu próprio cabelo e mantenha um ritual de limpeza eficiente para o controle da produção de sebo. Mas, lembre-se de alguns cuidados: utilize produtos anticaspa para garantir que os fios receberão o tratamentonecessário e evite o uso de água quente nas lavagens.

Caso perceba um ressecamento nas pontas devido à higienização, invista em produtos anticaspa com propriedades hidratantes, que beneficiam os cabelos mistos. Outro truque é passar algumas gotinhas de óleo vegetal nas pontas antes de entrar no chuveiro e, depois, lavar apenas o couro cabeludo.

POSSO USAR O SECADOR?

O uso intensivo do secador pode ocasionar o aumento da oleosidade nos fios. Como o couro cabeludo fica exposto às altas temperaturas do aparelho, é normal que a região fique desidratada, o que fará com que as glândulas sebáceas produzam mais óleo para devolver a sua nutrição, agravando o problema da caspa. Então, utilize com moderação essa ferramenta e sempre aplique um termoativo para proteger os fios do calor.

No entanto, durante o inverno e o outono, o secador pode se tornar um aliado, desde que sejam utilizadas as opções de temperaturas mais amenas. Nessas estações do ano, o cabelo leva mais tempo para secar naturalmente e o secador pode ser usado para retirar a umidade excessiva dos fios, prevenindo a proliferação de fungos e bactérias que intensificam a descamação do couro cabeludo.

A CASPA APARECE EM QUAL TIPO DE CABELO?

A caspa aparece em todos os tipos de cabelos, pois diferentes fatores podem estimular o seu surgimento, conforme explicamos acima. Porém, as donas e os donos de cabelos oleosos possuem maior propensão ao problema e, portanto, devem prestar atenção à saúde dos seus fios. Quem tem mechas naturalmente secas deve tomar cuidado para não deixar resíduos de produtos no couro cabeludo e na raiz, evitando, assim, qualquer desiquilíbrio que possa desencadear a caspa.

COMO USAR O CONDICIONADOR?

O condicionador deve ser aplicado apenas nas extremidades, sem proximidade com a raiz. É indicado escolher produtos da mesma linha anticaspa que o shampoo utilizado, pois as fórmulas de condicionadores comuns podem diminuir os efeitos do tratamento. Dessa forma, para garantir resultados eficientes, é interessante investir em uma linha completa de produtos anticaspa.

Porém, vale a pena lembrar que controlar a oleosidade dos fios não significa retirar toda a sua hidratação e nutrição. Então, aqueles que sofrem com o problema podem, sim, utilizar finalizadores hidratantes e realizar tratamentos de reposição de nutrientes para manter o equilíbrio das mechas. Basta escolher uma máscara de tratamento profundo voltada para cabelos mistos, pois esse tipo de produto não irá sobrecarregar os fios com caspa.

Escrito por Beatriz Dias de Moraes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *