POR QUE O CABELO FICA MAIS OLEOSO DEPOIS DO ALISAMENTO?

Uma das dúvidas mais comuns das mulheres que já realizaram algum tipo de alisamento é por que os cabelos ficam mais oleosos após o procedimento. Descubra como controlar esse problema para aproveitar completamente o resultado do novo visual!

Existem duas razões principais para a sensação de oleosidade excessiva  e a primeira delas é a alteração do formato dos fios. Quem acompanha o blog já sabe que os cabelos lisos apresentam maior hidratação e sedosidade que os demais tipos de cabelo, pois a gordura produzida pelo couro cabeludo consegue ser facilmente distribuída das raízes às pontas. Já os crespos e cacheados possuem maior tendência ao ressecamento, porque o seu formato espiralado impede a distribuição uniforme da oleosidade até o final das mechas.

Os procedimentos alisantes, sejam tratamentos químicos ou escovas modeladoras, alteram a estrutura do fio para que ele ganhe um aspecto liso, por isso, acabam impactando diretamente a presença de óleo em sua extensão. Na verdade, o que acontece após os alisamentos não é um aumento na produção das glândulas sebáceas, mas sim a melhor distribuição da oleosidade natural por todo o comprimento do cabelo.

Além disso, algumas técnicas de alisamentos formam uma película ao redor da fibra capilar, que impedem a entrada e saída de substâncias. Esse bloqueio químico barra a penetração da oleosidade nos fios e ocorre um acúmulo nas camadas superficiais, intensificando a sensação de cabelos sujos e pesados.

T-One Raízes Oleosas e Pontas Secas
T-One Raízes Oleosas e Pontas Secas

O efeito é ainda mais evidente nas escovas definitivas realizadas com formol, que são proibidas pela legislação brasileira devido aos graves riscos à saúde. Mas é possível fugir delas e investir em transformações capilares mais seguras, como os alisamentos à base de tioglicolato de amônia. Eles trazem o mesmo resultado super liso, sem prejudicar usuários ou profissionais.

O aumento aparente da oleosidade das mechas alisadas é um grande incômodo, mas pode ser combatido com alguns truques simples. A lavagem é muito importante para devolver o equilíbrio dos fios e o passo inicial é desconsiderar a vontade imediata de lavá-los todos os dias. Esse hábito pode gerar o “efeito rebote” – quando o couro cabeludo produz mais gordura para compensar a camada natural que é retirada precocemente. O ideal é realizar a lavagem em dias alternados, sempre utilizando água morna ou fria na etapa de enxágue, pois a água quente promove o ressecamento da fibra capilar e a produção de sebo será incentivada para recuperar esses danos.

Além disso, os produtos para cabelos mistos, como o kit de shampoo e condicionador Tânagra Raízes Oleosas e Pontas Secas, garantem a limpeza profunda das raízes e a hidratação das pontas danificadas pela química alisante. Eles podem ser usados para os cuidados diários e combinados com produtos específicos para cabelos com química, que estimulam a reparação da fibra capilar e ajudam a revigorar a saúde do cabelo. Fazendo a lavagem correta das mechas e a reposição frequente de nutrientes com máscaras hidratantes, é possível recuperar a leveza e o frescor dos fios lisos mesmo depois de transformações capilares. Tente seguir esses passos e nos conte os seus resultados!

Escrito por Beatriz Dias de Moraes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *